Translate

sexta-feira, 12 de maio de 2017

A REALIDADE DA FÉ TESTADA PELO CONTROLE DA LÍNGUA - PASTOR JOSUE GONCALVES, TERAPEUTA FAMILIAR, FAMILIA, CASAL, CASAIS, CONJUGES, MARIDO, MULHER, ESPOSO, ESPOSA, RELACIONAMENTO AMOROSO, FILHOS

Pela linguagem expressamos os nossos pensamentos e revelamos se o que nos domina é nossa própria vontade ou se é a obediência à vontade de Deus. Tiago inicia o capítulo 3 de sua epístola com um aviso "Não vos apresseis em ser mestres". Parecia haver uma ansiedade da parte de muitos para falar em público, enquanto falhavam em reconhecer que a qualificação fundamental do mestre é saber. Pelo tom geral deste capítulo, deveria haver na igreja judaica, muitos presunçosos, briguentos, de mentalidade mundana, de temperamento descontrolado, que impunham como líderes e mestres. Para estes ele diz: "Meus irmãos, muitos de vós não sejam mestres, sabendo que receberemos mais duro juízo'". (Tg 3:1).Talvez também houvesse a tendência de confundir fluência de linguagem com erudição. Os mestres levam sobre si grandes responsabilidades e serão julgados com especial rigor em virtude da influência exercida sobre os outros. Note-se o versículo 2 "Todos tropeçamos em muitas coisas". O verbo é ptaio, tropeçar ou escorregar. O perigo do pretenso mestre está no falar desenfreado, que leva à declarações irrefletidas e demonstrações de mau gênio. Tiago não diz que todo mundo usa deliberadamente mau a língua, mas que esta, é às vezes, mal empregada por todas as pessoas, involuntariamente. Quem nunca é culpado de um deslize cometido com a língua, quem nunca profere um palavra ociosa ou vã, esse é perfeito(2), isto é, plenamente instruído, bem equilibrado e bem aparelhado para aceitar a responsabilidade de ensinar a outros e de frear toda a inclinação menos digna. A expressão todo o corpo, pode-se aplicar à Igreja de Cristo, tanto quanto às paixões e apetites. Se fizermos uma pesquisa para sabermos qual é uma das causas dos grandes problemas de relacionamento entre pessoas, sem dúvida a resposta da maioria será: "O USO INDISCIPLINADO DA LÍNGUA". Você sabia que o maior problema da igreja de Corinto era os pecados sociais da língua ? Foi necessário que Paulo tratasse este problema com muita firmeza. "Rogo-vos porém, irmãos, pelo nome de nosso Senhor Jesus Cristo, que digais todos uma mesma coisa, e que não haja entre vós dissensões; antes sejais unidos em um mesmo pensamento e em um mesmo parecer". (1 Co 1:10) Um dos sinais de que há pessoas na comunidade com a língua precisando ser domada, é a divisão por causa das contendas (1 Co 1:11). Este problema também estava comprometendo a espiritualidade das igrejas da Galácia, quando Paulo escreveu: "As obras da carne são conhecidas as quais são: dissenções, contendas, discórdias, facções, inimizades, porfias, ciúmes e ira que havia no meio do povo, (Gl 5:20,21). "Se alguém entre vós cuida ser religioso, e não refreia a sua língua, antes engana o seu coração, a religião desse é vã" . (Tg 1:26) "Porque quem quer amar a vida e ver os dias bons, refreie a sua língua do mal e os seus lábios não falem engano". (1 Pe. 3:10)" Porque por tuas palavras serás justificado, e por tuas palavras serás condenado". (Mt 12:37) "Favo de mel são as palavras agradáveis, doçura para a alma e saúde para os ossos". (Pv 16:24)