Translate

domingo, 7 de maio de 2017

A VIDA DE UM PROFETA- ASSASSINOS DE PROFETAS - PASTOR MARCOS FELICIANO DA IGREJA ASSEMBLEIA DE DEUS MINISTÉRIO CATEDRAL DO AVIVAMENTO E DEPUTADO FEDERAL PELO PSC

Sou um profeta, quer queiram os homens, quer não. Junto à mim existem outros milhares, espalhados pelas mais longínquas partes da Terra. Nossa função é pregar, é falar as palavras do coração de Deus para o coração dos homens. As vezes somos aplaudidos, às vezes criticados, mas aprendemos a conviver com isto. Se tirarem do profeta a oportuni¬dade de pregar, este fica inutilizado para o resto de sua vida. É o que ele sabe fazer, e para isto Deus o chamou. Um verdadeiro profeta não é tími¬do, é audacioso, essa qualidade faz par¬te da sua vocação, da sua personali¬dade. Você verá um profeta irromper em gritos e saltos, quando este é pentecostal, e conduzir o rebanho de Cris¬to a uma verdadeira adoração! Você verá paixão em suas mensa¬gens. Alegria, vida, muita exortação e até mesmo certa agressividade, que, na realidade, não têm a finalidade de ferir, mas de curar! Junto à sua men¬sagem vem a exposição do erro e a sua solução! Ele expõe a doença, mexe na ferida e em seguida traz o bálsamo de Gileade para o doente, que instan¬taneamente, ou algum tempo depois, sarará e glorificará o nome do Eterno. Quer matar um profeta? Silencie-o, cale-o, amordace-o, coloque-o na ilha de Pátmos, ou na cova dos leões, ou na fornalha, ou a sua cabeça na bandeja, ou invente outra forma mais bizarra, mas, escute bem: você pagará um alto preço por isso! Cuidado! Ser profeta não é ter um dom e usá-lo em benefício próprio ou em fa¬vor dos outros. E ter o dom e usá-lo para abençoar a noiva de Cristo, edificá-la, admoestá-la. Existem profetas e profetas... Al¬guns se vendem. Muitos se fazem, mas é errado. Deus não os aceita. Miserá¬vel seja quem compra e quem se ven¬de no Reino de Deus! Fizeram isto com Balaão, e este teve sua vida poupada pela intervenção milagrosa de uma pobre e inofensível jumenta. Fazem isto em nossa nação. Já tentaram fazer isto comigo. Colocam preço em nosso ministé¬rio. Encomendam mensagens. E as vezes o profeta tem um defeito no caráter e se vende. Pobre dele! Terá muitas decepções pela frente. Vocês perceberam ultimamente a queda de inúmeros profetas? Qual o pecado que os levou à queda? O adultério? Não. O pecado está no orgulho, que leva a uma que¬da fatal. Culmina com o adultério, pois é o único pecado que recebe punição publicamente. Conheço profetas e pastores que lesam a noiva do cordei¬ro, roubam a sua lã e gordura. Per¬guntem-me se alguém é excluído por roubo? Por tráfico de influência? Onde usam sua posição para beneficiar cer¬tas situações, visando apenas o bem-próprio. Já viu alguém ser excluído por ter jogado uma alma dentro do infer¬no, apenas por capricho, e às vezes por um falso legalismo? Já viu alguém ser excluído por ter o nome no SPC, tratando-se de um mal pagador, incluindo-se no rol dos desonestos? Não, é claro que não! Mas, quando um profeta comete o pecado do orgulho, vende o seu mi¬nistério, transforma o seu ministério em um "moneystério", o missionário trans¬forma-se em um mercenário: Deus tem pena deste. E como não há outra maneira de trazê-lo ao arrependimen¬to, então o Senhor permite uma que¬da no plano moral. E assim, o profeta é disciplinado. Deus expõe o erro deste por amor! Para poder salvá-lo, aí temos a palavra bíblica: Do que adi¬anta ganhar o mundo inteiro e perder a sua própria alma? Deus ama o profeta e, com este, apenas o próprio Deus pode tratar. Você pode estar se perguntando: este pregador está defendendo sua classe itinerante? E, de fato estou. Mas profeta não é apenas o itinerante. E todo aquele que porta a Palavra do Senhor consigo. Você pode ser um evangelista de folhetos. Profeta de ora¬ção. Profeta porteiro, que abre e fecha a igreja. Profeta que pastoreia a igreja e que incontáveis vezes não é perse¬guido por falar a verdade, aplicar a disciplina na igreja. Profeta-evangelista, que é o meu caso, que tem a dupla função de evangelizar e exortar. É uma tarefa árdua, porém muito gratificante.