Translate

quarta-feira, 10 de maio de 2017

APÓS MORTE DO FILHO, HOMEM INICIA ESTUDOS BÍBLICOS EM CASA: "O AMOR DE DEUS ME CUROU" DELÂNDIO MALAQUIAS ABRIU AS PORTAS DE SUA CASA PARA QUE ESTUDOS BÍBLICOS FOSSEM REALIZADOS E ASSIM, ELE RECEBEU A AJUDA QUE PRECISAVA PARA SUPERAR O LUTO CAUSADO PELA MORTE DE SEU FILHO. FONTE: GUIAME, COM INFORMAÇÕES DO SITE NOTÍCIAS ADVENTISTAS

O pedreiro Delândio Malaquias encontrou grandes amigos em um momento tão complicado de sua vida. Após a morte de seu filho, ele descobriu o poder de cura que tem as amizades promovidas por Deus. Ele relata sua história de superação: “Perdi meu filho há poucos dias e começamos a fazer uma reunião da Igreja aqui em casa, para confortar o coração que está meio abalado, triste”, diz. Para Delândio, o primeiro encontro ajudou bastante. “Esse encontro ajudou muito. No dia do velório, a gente precisava de alguém para fazer a mensagem fúnebre e foi quando o pastor Jackson, mesmo sem nos conhecer, se colocou à disposição e foi até o funeral do meu filho para realizar a cerimônia”. “Comentei com uma amiga para fazermos um culto, ao invés de uma missa, pois já não frequentávamos a Igreja Católica há muitos anos. E a gente precisava de uma mensagem de conforto para tocar a vida pra frente depois do que aconteceu. Foi quando conheci o pastor Jackson e durante uma visita à nossa casa ele olhou a varanda e comentou que era espaçosa e boa para receber os cultos durante a Semana Santa e nos fez o convite”, relebrou Delândio. Após a cerimônia, Jackson Santos, que é pastor da igreja adventista do Monte Castelo, em Campo Grande, iniciou uma amizade com aquela família. “Eu comecei a visitá-los sem saber direito o que fazer por conta do momento de luto que eles estavam vivendo. Mas pedi que Deus conduzisse tudo e foi nesse momento que reparei a varanda espaçosa deles e já imaginei que ali poderia ser um lar de esperança, até para que isso trouxesse um conforto pra eles naquele momento de dor, de perda. E para minha surpresa, eles prontamente aceitaram o convite”, ressaltou o líder. Uma nova história A atitude de fazer a reunião durante a Semana Santa foi a chave para que Delândio e sua esposa iniciassem uma nova fase em suas vidas. “A partir disso, aquele lar que estava triste começou a receber amor, amizade. Os amigos deles foram convidados e compareceram todos os dias. Amigos de longa data, inclusive. Todos unidos estudando a Bíblia, mas principalmente para demonstrar amor por aquela família enlutada”, disse o pastor. Durante todos os dias do feriado, Delândio teve sua casa lotada. “Abrimos nossa casa para ser um lar de esperança e não me arrependo de nada, pois o amor de Deus é tudo o que precisamos. Sem Ele não somos nada e hoje não tenho palavras pra explicar como esse amor pode curar nossa dor e transformar nossa vida”, diz Francisca, esposa de Delândio. “Eu acredito que as pessoas têm que ser mais humildes e companheiras umas das outras, assim como o pessoal da igreja fez. Senti muito amor por mim e por minha família e isso ajudou a gente nesse processo de dor”, concluiu Delândio.