Translate

quinta-feira, 18 de maio de 2017

CRISTÃOS CONSTROEM ESTÁDIO PARA A COPA DO MUNDO ENQUANTO TRABALHAM, CRISTÃOS COMPARTILHAM COM SEUS COLEGAS SOBRE O AMOR DE JESUS E MUITOS ESTÃO SE CONVERTENDO

Cristãos migrantes que vivem, atualmente, no Catar, estão trabalhando na construção dos estádios de futebol para a 22ª edição da Copa do Mundo, que acontecerá em 2022. Na zona industrial de Doha, capital do país, um local onde os turistas não costumam ter acesso, se reúnem vários trabalhadores asiáticos, num apartamento de quatro andares. O trabalho é duro e cansativo para eles, mas ao final do dia sempre reservam um tempo especial para ler a Bíblia e orar, embora seja algo oficialmente ilegal perante o governo. A maioria dos visitantes verá palácios extravagantes, arranha-céus iluminados e mesquitas grandiosas, projetadas com ideias futuristas, mas por trás de tudo isso, está a igreja de Cristo, com sua luz que nunca se apaga e seu poder capaz de fornecer a esses cristãos uma fé que ultrapassa qualquer barreira ou obstáculo. Dentro de alguns anos, bilhões de pessoas vão assistir às partidas de futebol nesses campos, mas não poderão imaginar o que aconteceu durante suas construções. Além do trabalho, muitos tiveram a oportunidade de conhecer a Cristo e ganharam a salvação. Simon*, do Sri Lanka, supervisor de manutenção, que chegou ao Catar como budista e agora gosta de ser chamado de "cristão". "Estamos num país muçulmano muito intolerante, então evangelizar é algo perigoso por aqui. Mas ninguém pode nos impedir de conversar com nossos colegas enquanto estamos trabalhando. Deus nos dá muitas oportunidades, todos os dias, de testemunhar sobre o amor de Jesus", concluiu Samuel*, outro trabalhador cristão. *Nomes alterados por motivos de segurança.