Translate

quarta-feira, 10 de maio de 2017

"CRISTIANISMO NÃO É SÓ ORAR E CANTAR HINOS, MAS AJUDAR QUEM PRECISA", DIZ EX-REFUGIADO THEODOR DAVIDOVIC FOI UM REFUGIADO DA SEGUNDA GUERRA MUNDIAL E PASSOU A DEDICAR SUA VIDA EM AJUDAR PESSOAS NECESSITADAS. FONTE: GUIAME, COM INFORMAÇÕES DO CHRISTIAN TODAY

Theodor Davidovic, de 92 anos, foi um refugiado da Segunda Guerra Mundial e na época recebeu o apoio da Christian Aid, uma organização cristã que ajuda no desenvolvimento sustentável e luta pelo fim da pobreza, além de apoiar a sociedade civil e fornecer ajuda humanitária na América do Sul, Caribe, Oriente Médio, África e Ásia. Desde que Theodor foi resgatado pela organização, ele tem dedicado sua vida à caridade e ajuda outras pessoas necessitadas. Nascido na Sérvia, seu pai morreu quando ele tinha apenas oito anos. Ele ficou órfão muito jovem e foi vendido para o serviço doméstico os 16. Seguindo o conselho de seu pai para fugir, Theodor se juntou ao movimento de resistência para lutar contra a Alemanha, mas acabou se encontrando em campos de refugiados na Itália e na Alemanha. Ele diz que nunca esquece os pacotes de cuidados que recebeu da Christian Aid. Theodor, que agora vive em Fife, diz: "Quando eu estava nos campos, foram os cristãos que enviaram as encomendas. Eles me enviaram pacotes por dois anos e meio. Nunca vou esquecer disso”. Ele conseguiu escapar dos campos de refugiados quando tinha 22 anos, chegando à Escócia como refugiado em 1947. Mudança de vida O jovem conheceu sua esposa, Betty, em um salão de dança em Kilcaldy, quando ele tinha 26 anos e ela tinha 20. Eles se casaram em 1953 e agora têm dois filhos e quatro netos. Theodor e Betty construíram uma vida Fife, onde ele possuía três oficinas de reparo de calçados antes de se aposentar aos 72 anos. Foi durante a sua participação na igreja, nos anos 70 com sua família, que Theodor ouviu um chamado para procurar pela Christian Aid. "Eu me ofereci para fazer isso, porque era a minha oportunidade de pagar de volta o que eu havia recebido deles", disse. “Sei que foram as pessoas da Christian Aid que contribuíram para o fundo que me ajudou a sobreviver. E eu sinto que devo minha vida a Christian Aid”, continuou. Theodor tornou-se um organizador local da Christian Aid Week, e ao longo dos anos tem dirigido clubes de jovens, organizado passeios e reuniões - entre muitos outros eventos. Ele diz: "Apelo a todos os cristãos, para que o vosso cristianismo não seja apenas de ir a igreja, orar e cantar hinos. Mas, que seja para colocar sua crença em ação, ajudar alguém que precisa de sua ajuda e mostrando amor e compaixão para o mundo”. A Christian Aid Week une mais de 20 mil igrejas a cada ano para alcançar coisas incríveis para apoiar os vizinhos globais em necessidade.