Translate

sábado, 6 de maio de 2017

O SUBORNO "NÃO ACEITE SUBORNO, POIS O SUBORNO CEGA ATÉ OS QUE TÊM DISCERNIMENTO E PREJUDICA A CAUSA DO JUSTO. ÊXODO 23.8 POR RAFAEL ESMERALDINO CASADO, CONTABILISTA, MICROEMPRESÁRIO , MEMBRO DA III IGREJA EVANGÉLICA SINAIS E PRODÍGIOS EM QUEIMADOS/RJ, NA QUAL EXERÇO A FUNÇÃO EVANGELISTA E LÍDER DE JUVENTUDE

O Suborno é fruto da ganância, é o ensejo de lucrar sobre algo ou alguém não se importando com os resultados. Um dos grandes problemas da ganância, é que ela cega de tal maneira que aqueles que estão envolvidos chegam a pensar que estão agindo corretamente. Encontramos pessoas gananciosas em todos os lugares, dentro das pequenas e grandes empresas, no governo, em algumas famílias e até mesmo nas “igrejas (denominação)”. Líderes religiosos são os que nesses últimos tempos estão mais inseridos neste grupo. Tudo isso, é devido aos seus grandes projetos de expansão de templos e de enriquecimento pessoal. É lamentável, por exemplo, ver pastores vendendo o voto da sua igreja (membros) em troca de bens e favores.Mas os que querem ser ricos caem em tentação, e em laço, e em muitas concupiscências loucas e nocivas, que submergem os homens na perdição e ruína. Porque o amor ao dinheiro é a raiz de toda a espécie de males; e nessa cobiça alguns se desviaram da fé, e se traspassaram a si mesmos com muitas dores. 1 Timóteo 6:9-10 Os ganhos jamais podem comprometer o caráter de um líder! Em 1 Timóteo 3, o Apóstolo Paulo trata claramente dos critérios para alguém exercer função ministerial, para o momento precisamos destacar o versículo 3 “…não apegado ao dinheiro”. O apego ao dinheiro acaba desvirtuando o sentido de ser pessoa. A ganância tem o poder de cegar o indivíduo a ponto de levá-lo achar que tudo é eterno. Não acumulem para vocês tesouros na terra, onde a traça e a ferrugem destroem, e onde os ladrões arrombam e furtam. Mas acumulem para vocês tesouros no céu, onde a traça e a ferrugem não destroem, e onde os ladrões não arrombam nem furtam. Mateus 6:19,20 Tudo vai passar… Muitos podem pensar que a corrupção é um fenômeno recente na sociedade, a verdade é que o Antigo Testamento mostra que não, vejamos: Quando envelheceu, Samuel nomeou seus filhos como líderes de Israel. Seu filho mais velho chamava-se Joel, o segundo, Abias. Eles eram líderes em Berseba. Mas os filhos dele não andaram em seus caminhos. Eles se tornaram gananciosos, aceitaram suborno e perverteram a justiça. 1 Samuel 8:1-3 O profeta Samuel não tirou proveito da sua posição para obter ganhos pessoais, mas seus filhos sim, pois os mesmo não seguiram seus passos. Em Deuteronômio 16:19, as referências de Moisés na nomeação dos Juízes evidência claramente o que os juízes e os sacerdotes de hoje deveriam praticar. Não perverter a justiça Não mostra parcialidade Não existe meio certo e/ou meio honesto, apenas certo ou errado e honesto e desonesto. O rei que exerce a justiça dá estabilidade ao país, mas o que gosta de subornos o leva à ruína. Provérbios 29:4 Hoje o Brasil tem uma deficiência nas suas principais áreas de: educação, saúde e segurança, em virtude do ganho desonesto por parte de alguns representantes do povo. O que o povo se pergunta é: Até quando? A resposta infelizmente está condicionada ao posicionamento do próprio povo. Enquanto nas instituições governarem pessoas injustas, o povo irá padecer. “Quando os justos florescem, o povo se alegra; quando os ímpios governam, o povo geme”. Provérbios 29:2 Para que haja mudança o primeiro passo deve partir de nós, pois, muitos querem um país melhor, mas não fazem a sua parte corretamente, por exemplo, vendem o seu voto. Entenda que aquele que compra o voto de um eleitor só esta mostrando o que fará se for eleito; Um líder que aceita suborno só mostra que não tem preparo para governar uma instituição. No assunto aqui tratado uma coisa fica clara, seja na política ou na religião, a ganância enaltece o caráter de muitas pessoas. Caráter não se adquire em lojas, também não vem estampado no rosto das pessoas, porém, é visto pelos frutos. Pois cada árvore é conhecida pelos seus próprios frutos. Não é possível colher-se figos de espinheiros, nem tampouco, uvas de ervas daninhas. Lucas 6:44 Portanto, uma pessoa desonesta se conhece pelas suas atitudes com a família, igreja, governo, e etc. Se somos cristãos de verdade precisamos refletir a luz de Cristo em nós. Assim brilhe a luz de vocês diante dos homens, para que vejam as suas boas obras e glorifiquem ao Pai de vocês, que está nos céus”. Mateus 5:16 Pense bem… As “riquezas” não dão a segurança para sempre. Pelo contrário, levam embora a sua dignidade.