Translate

quarta-feira, 17 de maio de 2017

"SE OS CRISTÃOS REALMENTE PREGASSEM O EVANGELHO, O MUNDO SERIA TRANSFORMADO", DIZ PASTOR O PASTOR JEFF DURBIN TEM SE DEDICADO A ENFRENTAR A PRÁTICA DO ABORTO NOS EUA E AFIRMOU QUE ACREDITA NO PODER DO EVANGELHO PARA TRANSFORMAR QUALQUER CORAÇÃO. FONTE: GUIAME, COM INFORMAÇÕES DO FAITH WIRE

Ousado, destemido, inabalável e piedoso. O pastor Jeff Durbin se esforça para ser tudo isso e até mais, enquanto ele enfrenta algumas das questões mais controversas na cultura de hoje - como o aborto, por exemplo - e parece que está funcionando. Ele e seu ministério estão alcançando as gerações mais jovens em plataformas interativas: com poderosos vídeos ao vivo, interações destemidas, verdade, amor e compaixão. Durbin é líder do projeto 'ApologiaRadio.com' e tem alcançado progressos notáveis com sua repercussão entre os internautas norte-americanos. Afinal, é quase impossível ignorar o homem que o 'New York Post' chamou de "pastor extremista e moderno" depois de assistirem alguns de seus vídeos de protestos em frente à 'Planned Parenthood' - maior rede de clínicas de aborto dos Estados Unidos. O pastor não se cansa de sair às ruas, travando uma batalha espiritual, disposto até mesmo a enfrentar protestos enfurecidos de militantes pró-aborto, como ocorreu recentemente. Durbin é um indivíduo fascinante, com um impressionante testemunho pessoal. Depois de uma carreira promissora em artes marciais, chegou ao fundo do poço, viciado em diversos tipos de drogas, antes de se entregar realmente a Jesus. Ele percebeu que estava em uma situação desesperadora, quando mesmo já sendo pai de duas crianças pequenas e casado, tomou seis pílulas de êxtase e bebeu um litro de vodka. Estava passando por uma overdose e quase morrendo. Ele implorou a Deus para poupar sua vida, e foi isso que aconteceu. Pró-vida Após muitas outras batalhas contras as consequências de sua vida desregrada, Durbin se tornou pastor e hoje se dedica a alertar a sociedade sobre a perversidade na qual se baseia a prática do aborto. "Na verdade, há cerca de três anos temos nos envolvido bastante no combate ao aborto, nos unindo a grupos pró-vida e pregando em sermões sobre isso. Desde que começamos, vimos pelo menos 60 bebês sendo salvos de uma clínica local de abortos. Mas agora que pessoas estão nos ouvindo, assistindo aos nossos vídeos e me ouvindo em programas de rádio como este, literalmente centenas de bebês estão sendo salvos em todo o país - eu não faço ideia do alcance que estamos tendo", afirmou o pastor durante uma entrevista em podcast para o site 'FaithWire'. "Se você me perguntar como eu faço isso de uma forma que 'glorifique a Deus e ame as pessoas', eu respondo: 'acredito nas transformações verdadeiras'. Elas acontecem quando as pessoas ouvem a Palavra de Deus. Nós acreditamos como está escrito em Romanos 1:16, que diz :'Porque não me envergonho do evangelho de Cristo, pois é o poder de Deus para salvação de todo aquele que crê", acrescentou. Durbin destacou que o aborto é um forte sinal de rebeldia da humanidade contra o seu próprio criador. "Acreditamos que o aborto acaba ganhando espaço, porque a humanidade se rebela contra o seu criador e por isso precisam de um novo coração. Isto só vai acontecer por meio da proclamação da verdade", afirmou o pastor ressaltando a importância de que estas pessoas ouçam a mensagem do Evangelho. O pastor explicou trabalhar por esta transformação realmente exige coragem, mas não é algo tão complicado como se imagin. Segundo ele, "somente precisamos dizer três coisas": 1. "Por favor, não mate o seu bebê. Deus está te ordenando isso". Com isso, nós as lembramos sobre a verdade das circunstâncias. Por mais que elas já saibam, as lembramos de que Deus pode penetrar seus corações e mentes naquele momento. 2. Lembre-as sobre o Evangelho. Nós as dizemos que há poder e salvação em Jesus. Se elas se arrependerem de seus pecados e se entregarem a Ele, terão vida eterna. 3. Diga-lhes que vai ajudá-las. Nós as dizemos que vamos encontrar uma solução para aquela situação. Talvez encontrar uma família para adotar a criança. Nós lhes dizemos: 'Seja qual for a sua necessidade agora, nós queremos ajudar. Por favor venha falar conosco'. "Eu creio que Deus salva pecadores e Ele abre os olhos das pessoas. Se os cristãos realmente chegassem lá e trabalhassem, pregando o Evangelho, veríamos o mundo ser transformado pela graça de Deus", finalizou.