Translate

quinta-feira, 1 de junho de 2017

A FALTA DE REPRESENTANTES DA IGREJA EVANGÉLICA BRASILEIRA OS LÍDERES E REPRESENTANTES DO MOVIMENTO EVANGÉLICO NO PAÍS SÃO LOUCOS MIDIÁTICOS POR VICTOR SANTOS

Falando a respeito do mundo evangélico, existe uma situação que causa repúdio para a Igreja brasileira, podemos chamar de “a falta de representatividade“. Infelizmente não temos bons representantes e os que se colocam nessa posição causam mais espanto do que graça. É claro que existem líderes bons nessa Brasil a fora, grandes pastores e etc, mas estes são pouco conhecidos no cenário nacional, nos falta um grupo de pessoas com conduta cristã que influencie a Igreja de forma positiva e impactante para a verdade. É necessário representantes que de fato tenham compromisso com o puro e simples do evangelho, baseados na sinceridade e no amor, que sejam de fato cristãos genuínos. Você pode pensar que estou menosprezando alguns líderes midiáticos brasileiros, e de certa forma estou… Se pararmos para analisar, os líderes e representantes do movimento evangélico no país são loucos midiáticos (injetando milhões de reais na indústria de TV), pregam uma teologia baseada no dinheiro, uma infantilidade cristã, irracionalidade e são controladores de ovelhas. Nada disso diz respeito ao cristão, não se engane! Quando não são esses que falam pelos evangélicos, temos as organizações, grupos ou algumas igrejas específicas que vivem remetendo notas e opiniões em nome dos cristãos. O problema é que cada um desses grupos ou Igrejas tem objetivos específicos distintos. Em nosso país existe um pé de guerra de opiniões sobre como tratar sobre o batismo, dons, dinheiro, como lidar com homossexuais e etc; intriguinhas que são feitas mediante notas públicas e só causam atritos e divisões entre os evangélicos, ou seja, nossas Igrejas são imaturas, cada uma tem seu interesse próprio, e muitas tem boa intenção, mas acabam acorrentadas no sistema de poder que a instituição trás. Estamos num tempo de espalhar ao invés de ajuntar. Por isso, quem representa ou aponta para o Cristo? Quem são os que nos trazem bons exemplos e modelos de Igreja para o crescimento e edificação do povo de Deus? Quem tem tirado as palavras da Bíblia do papel e colocado na prática do dia a dia? Para uma melhora da Igreja evangélica brasileira é necessário o aparecimento de pessoas com uma conduta cristã genuína. Não simplesmente do aparecimento de pessoas bem intencionadas, nem do aparecimento de Reformadores que sabem a Escritura de Gênesis a Apocalipse. Estou falando de pessoas humanas, realmente cristãs, pessoas que pensam no outro… O tipo de gente que não entendem simplesmente da Bíblia e se radicalizam nisto, mas que amam a vida, a verdade, que se fundam no conhecimento, na realidade, na história, filosofia, sinceridade, amizade e no respeito. Precisamos urgentemente de pessoas assim nas faculdades de teologia, nos púlpitos, na Internet, nos meios de comunicação, precisamos de cristãos de verdade falando pela grande massa, isso faz com que seja exigido do povo de Deus a proximidade com a verdade e semelhança de Cristo. Enquanto existirem esses loucos preconceituosos, egoístas, hereges, feiticeiros, rancorosos e religiosos representando a Igreja evangélica brasileira, nada mudará. Que apareçam os pequenos cristos nesse mundo em caos, pessoas que tenham compromisso com o Evangelho! Que as pessoas que representem os cristãos ao irem a televisão, aos programas, entrevistas, conferências e simpósios, sejam realmente do bem, de Cristo, na verdade e graça do amor de Deus. Valorize e respeite os que tem compromisso com o evangelho, para que esses possam representar os evangélicos e substituírem os que tem causado vergonha a nossa imagem. Porque ser cristão, é parecer-se com Cristo.