Translate

terça-feira, 6 de junho de 2017

NOVOS ATAQUES TERRORISTAS EM LONDRES: “ISSO É POR ALLAH” TESTEMUNHAS DIZEM QUE FORAM PELOS MESMO 5 JIHADISTAS POR JARBAS ARAGÃO

No final da primeira semana de Ramadã, Londres testemunhou dois ataques terroristas neste sábado (3). Cerca de dois meses após o último atentado na capital, um novo atropelamento ocorreu, desta vez na Ponte de Londres, famoso ponto turístico e local de grande circulação de pessoas. Segundo testemunhas, uma van avançou sobre pedestres que estavam na calçada. Poucos minutos depois, foram noticiados ataques a faca. O número de feridos e mortos ainda não teve confirmação oficial, mas chegaria a sete óbitos. A polícia relata que um homem atacou pessoas com uma faca no mercado de Borough, que fica bem próximo à ponte. No local há vários bares e restaurantes. Segundo a agência Reuters ao menos três pessoas foram feridas por golpes de faca na região da garganta e um homem morreu com 5 facadas no peito. As autoridades registraram que ao menos 20 pessoas foram levadas a seis hospitais da cidade com ferimentos leves. A imprensa divulgou que dois suspeitos teriam morrido a tiros em confronto com a polícia, na região do mercado de Borough. A primeira-ministra britânica, Theresa May convocou uma reunião de emergência. Os ataques ocorrem às vésperas das eleições parlamentares, previstas para a quinta-feira (8). May tenta se reeleger como líder do Partido Conservador. O prefeito de Londres, o muçulmano Sadiq Kahn, minimizou o aspecto religioso e preferiu descrever o episódio como “ataque covarde contra inocentes londrinos”. Porém o jornal Daily Mail revelou que pelo menos cinco muçulmanos estão envolvidos nesses ataques, com testemunhas dizendo que os homens gritaram “Isso é por Allah” enquanto saiam da van na Ponte de Londres. Seriam os mesmos que esfaquearam pessoas no mercado. Dois desses homens, descritos como jovens de pele escura foram mortos a tiros por um cidadão inglês, enquanto outros dois estão em fuga e sendo procurados pelas autoridades. A Inglaterra ainda tenta se recuperar do ataque terrorista do último dia 22, em Manchester, quando um homem-bomba islâmico se explodiu durante um show de música pop. Morreram 22 pessoas, a maioria crianças e adolescentes que assistiam ao espetáculo. Com informações das agências