Translate

quarta-feira, 14 de junho de 2017

QUANDO UM CONSELHO FAZ A MAIOR DIFERENÇA – PASTOR SAMUEL CÂMARA DA ASSEMBLEIA DE DEUS EM BELÉM IGREJA MÃE

Certamente você já ouviu a seguinte máxima popular: “Se conselho fosse bom, ninguém o daria de graça”. Isso é o que chamamos de axioma, pois é uma sentença tomada como premissa verdadeira sem a exigência de nenhuma demonstração. Porém, esse axioma vulgar é, decerto, um sofisma. Ou seja, é um argumento aparentemente válido, mas, na realidade, nada conclusivo. Tanto pode pressupor fuga ou má vontade da parte de quem o apresenta como pode ser igualmente um argumento falso formulado de propósito para induzir outrem ao erro. De qualquer modo, todos nós sabemos o valor de um bom conselho. Não são poucos os que podem testemunhar que acertaram o rumo na vida, ou simplesmente foram salvos de problemas, por causa de um oportuno conselho dado na hora certa, e que, depois, fez a maior diferença em suas vidas. Como diz a Bíblia: “Como maçãs de ouro em salvas de prata, assim é a palavra dita a seu tempo”. E também: “Como o óleo e o perfume alegram o coração, assim, o amigo encontra doçura no conselho cordial” (Pv 25.11; 27.9). Há, portanto, conselhos e “conselhos”; conselhos bons e conselhos maus, conselhos oportunos e conselhos inapropriados. Há igualmente conselheiros e “conselheiros”. A diferença está nas credenciais do conselheiro e na qualidade e exequibilidade do conselho dado. A Bíblia diz: “Na multidão de conselheiros há segurança”. E acrescenta: “Onde não há conselho fracassam os projetos, mas com os muitos conselheiros, há bom êxito” (Pv 11.14; 15.22). Isso talvez nos aponte a razão de tantos fracassos e insucessos por parte daqueles que, por pretextarem independência ou por mero egoísmo, não quiseram ouvir conselhos; ou daqueles que, por não encontrarem um bom conselho na hora de maior necessidade, não puderam ouvi-lo. As empresas buscam eficiência e gastam fortunas por um bom conselho que as faça ganhar mais clientes, produzir mais a um custo menor, vender mais a melhores preços. Em suma, buscam orientações que as levem a fazer a diferença num mercado competitivo e acirrado. Há pessoas que gastam enormes somas anuais em busca de conselhos de profissionais que as façam superar traumas ou simplesmente as conduzam a viver melhor e mais eficazmente. Não são poucos os que, principalmente no início de cada ano, procuram conselhos de videntes, cartomantes, gurus, líderes espirituais das mais variadas estirpes, tudo na busca de uma direção que as tornem melhores ou lhes garantam sucesso na vida.   Em razão disso, é necessário que nos perguntemos: De que tipo de conselho e conselheiro os brasileiros precisam, agora que o Brasil está enfrentando uma enorme e profunda crise, para que a vida seja melhor? Agora que temos um governo sem rumo, um país afundado em dívidas, sem perspectivas de superação, tudo isso conjugado a todos os velhos problemas de sempre, em meio a tantas possibilidades de conflitos, de que conselho se precisa para viver em paz? Qual seria o conselheiro verdadeiramente abalizado e capaz para indicar os melhores caminhos a serem trilhados? A Bíblia nos mostra que há um Conselheiro cujo caráter e capacitação o habilitam a oferecer os melhores conselhos. O profeta Isaías falou da magnitude do seu nome, quando disse: “O governo está sobre os seus ombros; e o seu nome será: Maravilhoso Conselheiro, Deus Forte, Pai da Eternidade, Príncipe da Paz” (Is 9.6). Uma das características do seu precioso nome é ‘Conselheiro’, que aqui destacamos. O seu nome é Conselheiro porque Ele é a personificação da perfeita sabedoria de Deus e falou as palavras da vida eterna. Ele revelou o plano perfeito da salvação de Deus a todos os pecadores, assim como demonstrou o modo certo de se viver uma vida plena e feliz. Ele veio a este mundo fim de nos revelar o Pai celestial e trazer para toda a humanidade a verdadeira paz com Deus. O seu nome é Conselheiro, o seu nome é Jesus! Jesus tem bons conselhos a todos: aos sedentos de sentido na vida, Ele é a água da vida, e quem beber desta água jamais terá sede; aos desorientados, é a porta para um novo propósito de vida; aos famintos de significado, é o pão que sustenta a vida e seus reais valores; aos perdidos, é o caminho que conduz à vida plena; aos feridos, é o bálsamo da cura integral, do corpo e da alma; aos amargurados, é o mel que enche a vida de doçura e ternura.                     Agora que ofereci ao leitor essas credenciais, quero dar-lhe um conselho que faz a maior diferença. Há conselhos que não custam nada para quem os dá ou para quem os recebe, monetariamente falando, mas que são preciosos e de valor incalculável. Este é um deles. Não custa nada a mim, mas pode salvar a sua vida. O meu conselho é que você busque em Jesus o perdão dos pecados, pois só Ele pode salvar a sua vida e encher o seu coração de paz e alegria. Quando alguém se arrepende de seus pecados e dá o seu coração a Jesus, recebe o perdão pleno e a salvação, tornando-se uma nova criatura. Assim, em vivendo com Jesus, por Ele e para Ele, você poderá ajudar a mudar substancialmente o mundo ao seu redor. Faça de Jesus o Conselheiro da sua vida a partir de agora, pois essa é a maior garantia de que a crise não é a última palavra na sua vida e que, a despeito da mesma, sua vida será cheia de paz e alegria da salvação. Esse é o conselho que faz a maior diferença.