Translate

domingo, 13 de agosto de 2017

PAI NOSSO, QUE ESTÁS NOS CÉUS! (MT 6.9) - PÃO DIÁRIO - RÁDIO TRANS MUNDIAL : BUSCAMOS LEVAR A PALAVRA DE DEUS AOS HOMENS DE NOSSA TERRA, PARA QUE TENHAM CONTATO COM O PODER TRANSFORMADOR DO EVANGELHO

O Dia dos Pais deve ser de muita alegria! Os pais são os melhores amigos dos filhos. São eles que lhes ensinam bons caminhos. Nenhum verdadeiro pai deseja o mal para seus filhos; ao contrário, sacrifica-se para fazer o melhor por eles. A figura do pai nem sempre é de um homem severo, áspero, que está à espera do filho ou da filha para chamar-lhe a atenção. O pai é aquele que deseja semear no coração dos filhos a semente do bem. Como cristão, ele sabe que está vivendo em seu lar a herança que o Senhor lhe deu. O salmista, ensinando as famílias de seus dias, disse com muita propriedade que os filhos são herança do Senhor. É como uma recompensa que ele dá. Conta-se a história de quatro pastores que discutiam sobre qual seria a melhor tradução da Bíblia. Cada um deu a sua opinião. O primeiro disse que a tradução feita por João Ferreira de Almeida era a melhor, porque usa a linguagem portuguesa mais antiga. É, portanto, disse ele, muito significativo ler a Bíblia num português dos nossos antepassados. O segundo disse que a melhor tradução é a Bíblia na Linguagem de Hoje, porque atrai os jovens numa linguagem atual. O outro pastor disse que a Bíblia Viva é muito boa porque é uma paráfrase do que os autores queriam dizer no original. O tradutor interpreta o seu significado para os nossos dias. Os três olharam para o quarto pastor e ficaram esperando a sua resposta. Ele olhou para cada um dos outros três e disse: “Acho que das traduções da Bíblia, gosto mais da tradução de meu pai. Ele viveu na prática a Palavra de Deus diariamente. É a tradução mais convincente que já vi”. Ser pai é um privilégio dado por Deus, e a tarefa mais importante do pai é viver cada dia os ensinos contidos na Palavra. Assim ele será o pai capacitado para ensinar aos seus filhos a vida cristã. - JG Ser pai é o privilégio de poder aprender do melhor modelo possível: o próprio Deus.