Translate

quinta-feira, 11 de maio de 2017

UM CONFORTO PARA OS PROFETAS- ASSASSINOS DE PROFETAS - PASTOR MARCOS FELICIANO DA IGREJA ASSEMBLEIA DE DEUS MINISTÉRIO CATEDRAL DO AVIVAMENTO E DEPUTADO FEDERAL PELO PSC

Olá profeta, como se sente ao ler as verdades deste livro? Assom¬brado, amedrontado, frustrado, depri¬mido?... Sei muito bem o que significam estes sentimentos. Tenho passado por muitas lutas, e sofrido "ameaças de morte", pelo mesmo motivo que você recebe as suas afrontas. Faz parte da chamada! É o preço que se paga pela execução deste mi¬nistério. Incompreensão, perseguição serão suas "sombras" enquanto aqui viver. Penso que essas lutas pelas quais passamos são o ponto de equilíbrio entre nós e nossa chamada. Assim como a maioria dos seres humanos não pode fazer as obras que realizamos, nós também não podemos realizar as obras que eles fazem. Deixe-me explicar melhor. Assim como os que lhe cercam não podem "operar" milagres, dons e atos semelhantes no Senhor, você jamais terá uma vida como a dos outros! Por que? Porque somos separados, escolhidos do Senhor. Lembra do nazireado? Aqueles escolhidos desde o ventre das mães? Como Sansão, João Batista, Jesus? Eles não podiam ter uma vida "co¬mum", eram seres humanos, sim! Su¬jeitos às mesmas paixões que nós. Porém... traziam em si mesmos a marca do Eterno. Santidade. Separação. Espinho na carne...ah...esse último merecia um capítulo, não? E o termômetro do ministério que temos. E o que nos traz de volta ao rnundo natural. Pois, caso não tivésse¬mos tais lutas, opressões, tribulações, perseguições, seríamos, talvez, super-homens e mulheres-maravilha. Mas Deus não quer isso de nin¬guém! Ele nos chamou sujeitos a todas as fraquezas, passíveis de erros e, so¬bretudo, para sofrermos preconceitos. Acho que esta palavra não está fora deste contexto. Preconceito sofremos, pois somos diferentes, marcados por Deus. Com uma chamada "especial" para obrar¬mos à favor do Reino. Ei, profeta! Não desanime! Não pare... pois, como disse um certo profeta: ... o que nos separará do amor de Cristo? Não há nada neste mundo de igual ou maior valor do que o traba¬lho que temos para realizar: pregar o Evangelho a toda criatura! Por isso... eia!... avante!... Obser¬ve Josué 1:9 para nossa meditação: Não to mandei Eu? Esforça-te e tem bom ânimo, não pasmes e nem te espantes, pois o Senhor é contigo por onde quer que andares. Obedeça ao que Deus escolheu para arrebanhar o Seu povo. Respei¬te! Mas não omita as verdades de Deus. Doa a quem doer: fale a verda¬de, a tempo e fora de tempo! Não tema os presunçosos. Não tema os reis deste mundo! Não tema os sistemas religiosos falidos! Seja di¬ferente, ainda que lhe custe dias de solidão no deserto. Ainda você que te¬nha que se esconder dentro de caver¬nas. Ainda que lhe coloquem no calabouço. Ainda que a fornalha esteja aquecida sete vezes mais. Ainda que o calor do medo da morte se aproxime do seu corpo e lhe faça sucumbir por um momento. Não tema! Diga aos que não suportam a verdade: - O meu Deus pode muito bem me livrar desta fornalha... todavia, se Ele não me livrar... a minha posição será a mesma. Não me vendo. Não me ajoelho. Não me corrompo. Glória a Deus! Ainda que lhe arranquem a cabe¬ça e a coloquem em uma bandeja de prata pela manhã. Eu lhe asseguro como profeta, na tarde da eternidade você estará tomando um chá com o Senhor da glória! Se você é um profeta-machuca-do, e por isso mesmo não mais execu¬ta a sua tarefa, e sua trombeta está empoeirada, enferrujada, ou a sua harpa está pendurada no salgueiro, há um bálsamo de Gileade para você hoje, em nome do Senhor dos profe¬tas. Tome novamente a sua trombeta nas mãos, limpe-a e lubrifique-a com o santo óleo da unção. Peito para fora, barriga para a frente: que tremam os demônios e tinam os ouvidos dos homens, toque a trombeta! Toque quantos sonidos o Senhor lhe inspirar. Toque sonidos de festas quando for tempo de festas, e toque sonidos de guerra, quando for tempo de guerras! Se você é um profeta-morto, e o peso de todo o mundo está sobre a sepultura do seu dom, hoje o Senhor envia, para ajudar-lhe, uma escavadei¬ra espiritual, e, por mais fundo que estiver enterrado o seu dom, de lá mes¬mo o Senhor o desenterrará, ainda que seja um machado desencavado, caído dentro de um rio, lagoa ou mar, o seu Senhor fará o machado flutuar hoje. para honra e glória de Deus Pai. E, qual o porquê disso tudo? É simples. É o tempo do fim. Somos a últi¬ma geração portadora da Palavra pro¬fética. Se você não se levantar e dei¬xar o Senhor lhe usar, pessoas morre¬rão na sua iniqüidade, mas da sua mão o Senhor requererá o seu sangue. Enfim, você sabia que os anjos gostariam de ter a sua função de pro¬feta, porém, aprouve a Deus escolher VOCÊ com seus defeitos, fraquezas, falhas e fracassos, Ele escolheu você! Dentro da sua família, da sua cidade, do seu estado, do seu país, do seu continente, dentre todos os planetas existentes, Ele escolheu você! Por que? Sei lá o motivo... Os cri¬térios de Deus são inescrutáveis. Ele escolhe os que não são, para confun¬dir os que são. Ele usa as coisas lou¬cas deste mundo, para confundir as sábias. Ele usa você, para confundir o inferno inteiro. Ele, porventura, não poderia usar os grandes ministros da Palavra deste País? Sim, poderia, mas Ele escolheu você! Ele poderia trazer um avivamento através da maior denominação evangélica deste País, não poderia? Sim, poderia, mas Ele escolheu você! Veja o que Ele fez na minha vida... Do meio do mato para as na¬ções. Sem um "costa-quente" (conhe¬ce esta expressão? Uma pessoa in¬fluente para indicar) para dar supor¬te, o Senhor levantou-me como prín¬cipe sobre a Terra. Creia! A sua chamada tem valor para Deus! Ainda que se levante o inferno inteiro, ainda que se unam todos os assassinos de profetas que existem, você está seguro enquanto durar o seu ministério. Pois quando você ouvir di¬zer que um profeta se foi... é porque o seu tempo aqui terminou e Deus achou melhor tê-lo, lá, ao Seu lado, num lugar onde o inferno e os assas¬sinos não podem e jamais poderão entrar, num lugar onde estão todos os profetas que passaram pela Terra e deixaram as suas marcas.