Header Ads

MINISTÉRIO EM DEFESA DA FÉ APOSTÓLICA


PASTOR SERGIO LOURENÇO JUNIOR - REGISTRO CONSELHO DE PASTORES - CPESP - 2419

RICK WARREN ENSINA COMO AJUDAR UM SUICIDA: “DEVEMOS OFERECER UMA PALAVRA DE APOIO” EM 2013, O PASTOR PERDEU UM FILHO DE 27 ANOS PARA O SUICÍDIO. FONTE: GUIAME, COM INFORMAÇÕES DO CHRISTIAN POST

O Dia Mundial da Prevenção contra o Suicídio aconteceu no último domingo (10) e Rick Warren, pastor da Igreja Saddleback, juntamente com sua esposa, Kay, estão exortando a igreja a ajudar as pessoas que se encontram desesperadas. "Queremos convocar todos os líderes de fé para juntos orarmos pelas pessoas que estão sendo afetadas pelo suicídio. Vamos nos unir nos cultos para orarmos esta semana", disse Kay Warren. Todos os anos, mais de 800 mil pessoas morrem por suicídio. Isso sem contar com as pessoas que tentam se matar. Os Warrens, que em 2013 perderam um filho de 27 anos, Matthew, para o suicídio, tornaram-se grandes defensores da saúde mental na igreja, organizando conferências sobre o assunto e apelando a um compromisso mais cristão. "A Igreja Saddleback sempre foi uma congregação acolhedora e convidativa para quem precisa, mas tornou-se um lugar ainda mais compassivo à medida que expandimos nossas conversas em torno da doença mental. Ouvimos as histórias daqueles que viviam com problemas assim e aprendemos o que podemos fazer para apoiar mais plenamente indivíduos e famílias em uma crise de saúde mental", escreveu Kay Warren em uma publicação anterior do Facebook, que foi compartilhada por seu marido. "Como sobreviventes de uma perda para o suicídio, Rick e eu conhecemos em primeira mão a agonia quase insuportável que acompanha o suicídio de alguém que você ama. Nós sofremos por aqueles em nossa congregação que estão passando por momentos de desespero. Esses amigos, irmãos e irmãs em Cristo, precisam saber que sua igreja é um lugar seguro para compartilhar o tormento interior de sua dor e que sua dor será vista com profunda compaixão e aceitação", ressaltou. Responsabilidade O tema para o dia de prevenção do suicídio deste ano é "um minuto pode mudar uma vida". O pastor Rick comenta. "Como membros das comunidades cristãs, é nossa responsabilidade cuidar daqueles que podem estar lutando, permanecer com eles e incentivá-los a contar sua história. Oferecer uma palavra suave de apoio e ouvir de forma não julgadora pode fazer toda a diferença", disse. Ele ainda destacou que, por trás do aumento do suicídio global e das estatísticas sobre tentativas de suicídio, "existem histórias daqueles que, por muitas razões diferentes, questionaram o valor de suas próprias vidas". Este ano marca o 15º evento anual do Dia Mundial da Prevenção contra o Suicídio, que foi reconhecido pela primeira vez em 2013 como parte de uma iniciativa da Associação Internacional para a Prevenção do Suicídio e aprovada pela Organização Mundial da Saúde. A Aliança Nacional de Ação para Prevenção do Suicídio estabeleceu separadamente um Dia Nacional de Oração pela Fé, Esperança e Vida, instando os indivíduos e organizações a se comprometerem a participar da oração. O pastor pontua que falar de suicídio continua a ser "um dos últimos tabus na cultura. No entanto, estamos cercados por milhares de homens, mulheres e crianças, incluindo adolescentes em grupos de jovens da igreja, que perderam a esperança e experimentam pensamentos suicidas". "Uma maneira prática que sua igreja pode começar a desenvolver é juntar-se à comunidade de fé em torno da oração e interceder por pessoas afetadas pelo suicídio. Suas palavras de compaixão, aceitação e esperança podem ser a linha de vida que irá ajudar a salvar a vida das pessoas em sua congregação", finalizou.
Postar um comentário
Tecnologia do Blogger.