Header Ads

MINISTÉRIO EM DEFESA DA FÉ APOSTÓLICA


PASTOR SERGIO LOURENÇO JUNIOR - REGISTRO CONSELHO DE PASTORES - CPESP - 2419

MENINO “RESSUSCITA” E DECLARA: “NÃO HÁ OUTRA EXPLICAÇÃO ALÉM DE DEUS. ATÉ OS MÉDICOS DISSERAM ISSO” PAIS JÁ HAVIAM ASSINADO DOCUMENTOS PARA DOAR SEUS ÓRGÃOS POR JARBAS ARAGÃO

Trenton McKinleyApós um acidente dois meses atrás Trenton McKinley, 13 anos, foi levado para o hospital e diagnosticado com sete fraturas no crânio. Ele teve morte cerebral e sua família já havia assinado os papéis para a doação de órgãos, quando o menino “ressuscitou”. A família, moradores de Mobila, no Alabama (EUA), conta que o rapaz brincava com os amigos em um carrinho similar aos de rolimã quando uma travagem repentina provocou um capotamento. Trenton bateu com a cabeça no cimento. Ao chegarem no hospital os médicos anunciaram um severo traumatismo craniano e que ele nunca mais seria normal. Explicaram que os problemas de oxigenação do cérebro eram tão graves que “caso sobrevivesse, seria um vegetal”. Nos dias seguintes, o adolescente teve morte cerebral e respirava com dificuldade. Os pais tiveram que tomar a difícil decisão e assinaram os papéis para a doação de órgãos. “Cinco crianças compatíveis precisavam dos órgãos. Era injusto continuar a reanimá-lo, porque só estava danificando seus órgãos ainda mais”, conta a mãe dele, Jennifer Reindl. Pouco tempo antes da hora marcada para desligarem as máquinas que o mantinham vivo, Trenton começou a mostrar sinais de atividade cerebral. Depois, passou a respirar sozinho, até que “despertou” da morte cerebral. “Tudo o que eu via era uma maca onde ele estava com os pés de fora. Ficou morto por 15 minutos”, conta a mãe. Ela acredita que foi um milagre. O menino diz acreditar que foi ao céu antes de voltar à vida: “Eu estava andando em um campo aberto. Não há outra explicação além de Deus. Não há outro jeito. Até os médicos disseram isso”. Trenton voltou a falar e já consegue caminhar. Ele foi submetido a três cirurgias cerebrais, mas precisará de numa nova cirurgia. A família criou uma página de Facebook onde pede a doações e onde mostra o estado de saúde do “menino milagre”. Em várias postagens, Jennifer Reindl dá glórias a Deus pelos pequenos passos da recuperação do filho. Com informações de Fox News
Postar um comentário
Tecnologia do Blogger.