Header Ads

MINISTÉRIO EM DEFESA DA FÉ APOSTÓLICA


PASTOR SERGIO LOURENÇO JUNIOR - REGISTRO CONSELHO DE PASTORES - CPESP - 2419

INIMIGOS DA PRÓPRIA ALMA ASSIM COMO O PRIMEIRO CASAL, PESSOAS INESCRUPULOSAS SE VALEM DO PRÓPRIO CORPO PARA CONTAMINAREM SUAS ALMAS, CORRENDO, DESENFREADAMENTE, EM DIREÇÃO À DESTRUIÇÃO. POR JOÃO PAULO SOUZA

Inimigos da própria almaDe acordo com o que a Bíblia Sagrada ensina, todos nós fomos criados por Deus (Jo 1:1-3). Esta gênese foi tão especial que os seres humanos foram criados e feitos diferentes dos animais. Enquanto estes possuem corpo e alma (Gn 1:24), nós possuímos corpo, alma e espírito (1 Ts 5.23). Somos tricotômicos. Contudo, neste texto iremos discorrer sobre a alma humana. Ao dar uma definição para a alma humana, Pearlman1 afirma que ela “é aquele princípio inteligente e vivificante que anima o corpo humano, que usa os sentidos físicos como seus agentes na exploração das coisas materiais e os órgãos do corpo para expressar-se e comunicar-se com o mundo exterior”. Nesse sentido, percebemos que a alma é instrumentalizada pelo corpo, ou seja, age no mundo por meio deste. Para ampliarmos o nosso entendimento acerca do que seja a alma, transcrevemos o que diz Oliveira2 a respeito dela: “a alma, em hebraico nephesh e em grego psyche, é o princípio da vida animal que o homem possui em comum com os irracionais. A ela pertencem o entendimento, a emoção e a sensibilidade, que terminam com a morte”. Nesta explicação também compreendemos que a alma está associada com o mundo dos homens. Se Deus é Criador das almas e perfeito de eternidade a eternidade, subtendesse que, no princípio, a alma humana era perfeita. Sim, no começo do mundo éramos sem pecado. Mas o que aconteceu conosco para virarmos transgressores da Lei de Deus? Em Gênesis 3.6 está a resposta: “Vendo a mulher que a árvore era boa para se comer, agradável aos olhos e árvore desejável para dar entendimento, tomou-lhe do fruto e comeu e deu também ao marido, e ele comeu”. Observe-se que a alma – substância imaterial – de Eva foi atraída pelo fruto proibido – substância material. E, a partir daquele momento, o espírito também ficou contaminado pelo pecado. Assim como o primeiro casal, pessoas inescrupulosas se valem do próprio corpo para contaminarem suas próprias almas, correndo, desenfreadamente, em direção ao inferno. Não faltam exemplos disso no cenário brasileiro e mundial. Como disse o apóstolo Paulo (2 Tm 3:2-5), nos últimos dias seriam tempos trabalhosos. Os homens se tornariam inimigos das suas próprias almas: Egoístas, avarentos, arrogantes, blasfemadores, desobedientes aos pais, ingratos, irreverentes, desafeiçoados, implacáveis, caluniadores, sem domínio de si, cruéis, inimigos do bem, traidores, atrevidos, enfatuados, mais amigos dos prazeres que amigos de Deus, tendo forma de piedade, negando-lhe, entretanto, o poder. Diante do cenário caótico brasileiro no qual estamos inseridos, devemos agir prudentemente e orar fervorosamente ao Senhor, para que nos livre dessas maldições e nos proteja dos homens maus! ___________________________ 1 PEARLMAN, Myer. Conhecendo as doutrinas da Bíblia. Tradução: Lawrence Olson. São Paulo: Editora Vida, 2006, p. 109. 2 OLIVEIRA, Raimundo de. As grandes doutrinas da Bíblia. 7ª ed. Rio de Janeiro: CPAD, 1987, p. 160.
Postar um comentário
Tecnologia do Blogger.