Translate

segunda-feira, 21 de agosto de 2017

LAURIETE ESPOSA DO SENADOR MAGNO MALTA LANÇA O CD PARA SEMPRE CANTORA REGRAVOU SUCESSOS DE OZÉIAS DE PAULA E EDISON E TELMA POR TIAGO ABREU

A cantora capixaba Lauriete apresentou, durante a Expocristã 2017 na última sexta-feira (18), o lançamento físico de seu novo extended play (EP), de título Para Sempre. Disponível nos canais digitais de streaming desde a segunda-feira (14), o projeto soma cinco canções e seus respectivos instrumentais (playbacks). O projeto regrava cinco composições de Edison Coelho, um dos compositores mais importantes na história da música cristã e integrante da dupla Edison e Telma. Com produção musical de Samuel Ribeiro, ex-integrante da banda Sinal de Alerta e responsável pela assinatura dos trabalhos recentes de Lauriete, a musicalidade do trabalho explora o tom musical evangélico das décadas de 1960 e 1970, além do estilo vocal popular da artista. Além do guitarrista Samuel Ribeiro, o trabalho recebeu as participações do pianista Vinny Narciso, integrante do Sinal de Alerta; o arranjador de cordas Tutuca Borba, que toca na banda do cantor Roberto Carlos; o baixista Charles Martins e Sérgio Assunção, que tocou órgão, instrumento que se faz fortemente presente nas canções.Edison Coelho teve forte presença como compositor evangélico entre as décadas de 1970 e 1990. As canções “Tens”, “É Assim que eu Te Amo”, “Eu e Jesus” e “Viva com Deus” foram gravadas por Ozéias de Paula, enquanto “Brasa Viva” é notória nas vozes de Edison e Telma. Para Sempre é o primeiro EP da carreira de Lauriete e o seu primeiro projeto de covers. Em 2017, a capixaba completou 35 anos de trajetória iniciada por seu primeiro vinil, ainda em 1982. O álbum também é o primeiro material da intérprete em três anos, e é sucessor de No Olho do Furacão, lançado no segundo semestre de 2014. Faixas do CD 1. Tens 2. É Assim que eu Te Amo 3. Eu e Jesus 4. Brasa Viva 5. Viva com Deus 6. Tens (playback) 7. É Assim que Eu Te Amo (playback) 8. Eu e Jesus (playback) 9. Brasa Viva (playback) 10. Viva com Deus (playback)

ATENTADO SUICIDA MATA PELO MENOS 27 PESSOAS O ATAQUE ACONTECEU EM UM CAMPO DE REFUGIADOS PERTO DE MAIDUGURI, NO ESTADO DE BORNO

Três mulheres-bomba causaram a morte de pelo menos 27 pessoas no nordeste da Nigéria. Dezenas ficaram feridos quando as mulheres explodiram no campo de refugiados perto de Maiduguri, no Estado de Borno, uma fortaleza do grupo militante islâmico Boko Haram. Houve um aumento da violência na cidade nos últimos meses. O primeiro bombardeio, aparentemente, explodiu perto do acampamento, provocando pânico. "As pessoas estavam tentando fechar suas lojas quando outras duas mulheres bombardeavam seus explosivos, causando a maioria das mortes", disse uma colaboradora da Portas Abertas que atua na região. Nos últimos anos, a região tem sido alvo constante de ataques, o que dificulta o recomeço daqueles que já perderam muito por causa do extremismo religioso. “O aumento da violência é uma má notícia para as pessoas que desejam desesperadamente a estabilidade para que possam retomar suas vidas”, disse ela. Em suas orações, apresente nossos irmãos nigerianos que são perseguidos pela fé em Jesus. A Nigéria ocupa 12º lugar na atual Lista Mundial da Perseguição. Há anos, o país está entre as 15 primeiras colocações no ranking que classifica as nações onde os cristãos mais enfrentam perseguição. Peça por graça ao Senhor.

NO MÉXICO, CRISTÃOS INDÍGENAS WIXÁRIKA SÃO EXPULSOS DE SEU POVO OCUPANDO A 41A POSIÇÃO NA LISTA MUNDIAL DE PERSEGUIÇÃO, O MÉXICO TEM INDÍGENAS PERSEGUIDOS POR CAUSA DA SUA FÉ EM CRISTO

Para muitos, é uma surpresa saber que o México está na atual Lista Mundial da Perseguição. Sim, esse país da América Latina ocupa a 41a posição entre os 50 países com maior grau de perseguição para com aqueles que seguem a Cristo. Em Tuxpan de Bolaños, uma comunidade indígena que se encontra no município de Bolaños, no Estado de Jalisco, cerca de 30 cristãos foram forçadamente retirados de sua comunidade. Esses indígenas da etnia Wixárika foram literalmente despejados na beira da estrada a uma temperatura abaixo de zero, de onde só saíram quando a polícia veio resgatá-los e levá-los para a principal cidade de Bolaños. Eles foram deslocados, separados de suas famílias e forçados a começar do zero num lugar totalmente novo. A atual casa deles é um galpão. Um lugar que servia para armazenar engradados de garrafas de vinho e hoje é compartilhado pelos 30 cristãos. Eles dormem em beliches encostadas umas às outras, num calor insuportável, sem nenhum direito à privacidade. Tudo isso porque um dia ousaram viver de forma diferente dos costumes e tradições de seu povo quando entregaram a vida a Jesus. Nas palavras do pastor, que também foi expulso junto com esse grupo: “Nosso Senhor Jesus Cristo nos transforma e limpa completamente, tirando toda sujeira, ganância, ódio; e ainda nos dá seu Espírito. Portanto, somos diferentes, não pensamos mais nos rituais e festas do nosso povo”. Revista Portas Abertas A edição deste mês aborda a realidade dos cristãos indígenas no México e na Colômbia. Ainda não recebe a nossa revista? Cadastre-se e fique mais próximos daqueles que compartilham da nossa fé, mas não da nossa liberdade. Quer fazer mais por eles? Há um projeto voltado ao fortalecimento dos nossos irmãos indígenas que são perseguidos. Saiba mais como você pode ajudá-los a permanecer firmes na fé.

CRISTÃ EX-MUÇULMANA É EXPULSA DE CASA PELO MARIDO ESPOSO E PARENTES A PERSEGUEM POR CAUSA DA FÉ. ELE DECIDIU SE DIVORCIAR E FAZER O QUE FOR PRECISO PARA QUE A ESPOSA NÃO VEJA OS FILHOS

Hamida* é uma cristã ex-muçulmana que conhece a perseguição de perto. Ela já é cristã há 15 anos, mas no começo da jornada, seu marido, Amrid* não era contra a sua fé, porém no último inverno, ele fez a peregrinação de Meca para Medina. Depois disso, começou a demonstrar um comportamento agressivo, chegou a bater e forçar a esposa a negar a fé. Mas, ela foi firme em sua decisão de continuar seguindo a Jesus. Porém, nos últimos dias, ele tirou os documentos dela e a forçou escolher entre Jesus ou a ficar com os três filhos e a casa. Ele a trancou em um celeiro, mas depois de quatro dias ela conseguiu escapar. Atualmente, Hamida está sendo ajudada por irmãos e irmãs da igreja e o pastor a auxiliou a obter novos documentos. Porém, Hamida sente tudo o que aconteceu e está preocupada com as circunstâncias – ela não pode ver seus filhos, muito menos retornar para casa. Ela também não tem apoio da família, que a hostiliza por ser cristã. Amrid quer se divorciar e impedir que Hamida veja os filhos. Nossa irmã precisa das orações da família da fé para permanecer firme na fé. *Nomes alterados por motivos de segurança. Pedidos de Oração Clame pela vida de Hamida, por sua fé e saúde emocional, física e espiritual. Ore por Amrid, que ele seja tocado pelo Senhor e descubra uma nova vida em Jesus. Peça por providencia quanto ao divórcio e impedimento de ver os filhos.

CRISTÃO É PERSEGUIDO POR EVANGELIZAR MUÇULMANOS DESDE QUE SENTIU O CHAMADO DE DEUS, HUSSEIN* JÁ LEVOU O EVANGELHO PARA CENTENAS DE MUÇULMANOS

Hussein vive no Chifre da África. Ele próprio não é um cristão ex-muçulmano, mas é um dos melhores evangelistas de muçulmanos na região onde vive. Ele começa a falar sobre Jesus usando o Alcorão e depois de um tempo, a Bíblia vira o material de evangelismo dele. Hussein entregou a vida a Cristo por meio de uma professora que pregou o evangelho para ele. Depois de se formar, sentiu Deus chamando-o para o ministério. “O Senhor abriu uma porta para que eu recebesse treinamento para evangelismo intercultural, ministrado pela Portas Abertas. Foi então que comecei a pregar o evangelho entre os muçulmanos”, diz. O preço do ministério Durante seus anos como missionário, ele enfrentou muitos perigos. Repetidamente foi alvo da raiva dos muçulmanos locais. “Uma vez, colocaram veneno em minha comida e tive que ser hospitalizado”, conta ele. Em outro momento, foi levado à prisão depois de pregar em uma cidade e muitas pessoas se converterem a Cristo. “Eles me perguntavam por que eu perturbava a paz dessa forma. Eles me batiam e permitiam que outros prisioneiros fizessem o mesmo”. Após ser solto, Hussein decidiu deixar a cidade e continuar seu ministério em outro lugar. Mas até mesmo a igreja local estava receosa em apoiá-lo, temendo ataques. “No meio de tantos desafios, a proteção e o encorajamento do Senhor me ajudaram muito”. Apoio da família da fé Hussein recebe apoio logístico da Portas Abertas. Ele ganhou uma motocicleta e Bíblias em pequenos cartões digitais de memória, ambos imprescindíveis para seu trabalho. “A moto me ajuda a chegar aos lugares muito mais rápido. Ela também me protege de ataques”, explica ele. “Além disso, as Bíblias em cartões tornam o trabalho secreto. Uma vez, estava evangelizando 66 pessoas. Não poderia carregar 66 Bíblias, mas consigo carregar 66 cartões”, alegra-se Hussein. O irmão agradece a Deus pelos treinamentos, pelo apoio com o transporte e com as Bíblias em cartões. “Deus os abençoe! Continuem este ministério. Outros missionários ao redor do mundo precisam de ajuda como eu”. Ele pede oração por proteção, pelo serviço a Deus, por sua família e pelos novos convertidos. Ore por ele hoje. *Nome alterado por motivos de segurança.

ORE PELO RECOMEÇO DO IRMÃO YKLAS O PREGADOR CUMPRE SENTENÇA DE DOIS ANOS NUMA COLÔNIA PENAL E SERÁ LIBERTADO NO FINAL DO ANO

As acusações que pesam sobre o irmão Yklas Kabduakasov (54) são: extremismo religioso e distribuição ilegal de material cristão. Sim, ele distribuía material evangelístico e pregava o evangelho para quem encontrava. O problema é que o governo não gostava disso. De acordo com a investigação, no período entre novembro de 2014 e agosto de 2015, o cristão dava palestras para estudantes universitários num apartamento alugado na capital Astana. Depois disso, ele foi condenado a dois anos de prisão por ato ilícito. Ele trabalhava como segurança para uma empresa de construção, onde demonstrava uma vida piedosa. Várias vezes ele impediu que o material da empresa fosse roubado das obras. Yklas sempre foi conhecido como um homem honesto. Sua esposa e oito fihos, que foram deixados sem nenhuma assistência, aguardam ansiosamente pela liberdade e retorno do pai. Várias igrejas, pessoas e organizações estão ajudando a família. A Portas Abertas tem também a oportunidade de visitá-los de tempos em tempos. A maior fonte de perseguição aos cristão no Cazaquistão é o governo que exerce controle sobre todo o país. Mais de 20% da população é cristã. Suas orações e apoio aos cristãos perseguidos cazaques são muito importantes. Ore pelo irmão Yklas que sera liberado nos próximos meses. Sua saída está prevista para outubro ou novembro deste ano. Peça por proteção, força e que ele tenha um recomeço de paz.

UM DEUS BOM E GENEROSO MÃE E FILHO DESCOBREM O AMOR E A GRAÇA DO SENHOR POR MEIO DOS IRMÃOS NA FÉ QUE CONHECERAM

Lau Nu*, de 73 anos, é uma viúva que vive em um lugar muito modesto com seu filho de meia idade. Eles moram em uma região onde a maioria das pessoas se sustenta criando cabras, mas não é o caso deles. Ela trabalha lavando e passando roupa para uma família. Eles conheceram o pastor Aung*, que costumava visitar a senhora e o filho para orar com eles. Ele também aproveitava a oportunidade para convidá-los para ir à igreja. Nas primeiras vezes, Lau Nu e o filho disseram que iriam, mas como não tinham boas roupas, desistiram. É costume em Mianmar as pessoas irem bem vestidas às reuniões religiosas. Porém, o pastor Aung não aceitou a justificativa e os presenteou com roupas novas para que fossem à igreja. Conhecendo Deus de perto "Naquele dia em que fomos para a igreja, preparamos nossa refeição pela manhã, mas não a comemos porque na igreja tinha café da manhã e almoço; tudo é abundante na igreja. O almoço que preparamos pela manhã tornou-se nosso jantar", disse Lau Nu. Embora a senhora e o filho ainda não fossem cristãos quando foram pela primeira vez à igreja, sentiram grande generosidade, e ela entendeu que o Deus dos cristãos era realmente um Deus bom e generoso. "Nós conhecemos algumas pessoas na igreja que nos deram comida. Agora eu percebo que, embora ainda não acreditasse em Deus, ele supriu minhas necessidades. Eu me preocupo como conseguirei comida todos os dias - eu estava acostumada a ter apenas uma refeição por dia. Mas os membros da igreja eram gentis e nos ajudaram com a graça e o amor de Deus". O filho de Lau Nu tinha paralisia, mas pela misericórdia de Deus e com orações e cuidados do pastor e membros da igreja, ele recebeu a cura e foi batizado. Logo, Lau Nu aceitou a Cristo como seu Salvador e também foi batizada. Enfrentando as consequências Depois de Lau Nu se tornou cristã, ela enfrentou a rejeição dos parentes e vizinhos. No entanto, demostrou fé e dependência na providência do Senhor e não foi desencorajada. Ela acredita que agora tem mais tempo para passar com Deus. Para ajudar Lau Nu e seu filho a garantir o sustento, a Portas Abertas deu algumas cabras a eles. Para a nova cristã, as cabras agora fazem parte da família. Ela tem grande esperança que as cabras os ajudarão muito financeiramente.

IGREJA SUDANESA REIVINDICA LIBERDADE RELIGIOSA EM UM ATO DE OUSADIA E CORAGEM, CRISTÃOS ENVIAM CARTA AO GOVERNO DO SUDÃO E SE POSICIONAM CONTRA A PERSEGUIÇÃO NO PAÍS

A Igreja Sudanesa de Cristo, antiga denominação cristã no país, escreveu uma carta para o governo do Sudão protestando contra a “violação sistemática da liberdade religiosa cristã”. A carta inclui o incidente em que uma igreja da área de Suba, na capital Cartum, é destruída. “Esse é o movimento mais ousado que a liderança da igreja teve contra a constante pressão do governo”, explica um cristão anônimo por motivo de segurança. Há anos, a igreja reivindica direitos de liberdade e se posiciona contra a opressão das autoridades políticas do Sudão, mas é a primeira vez que um ato como esse se propaga pelas redes sociais. As formas de perseguição no país são diversas. O governo proíbe a construção de novas igrejas, confisca propriedades e escrituras, restringe as viagens de líderes cristãos e até destrói igrejas. Uma luta longa A carta chegou às autoridades um dia antes do ataque à uma igreja que funcionava desde 1983. Além dessa, cerca de outras 25 igrejas estão listadas para serem demolidas. Segundo o governo, as terras onde elas estão foram designadas para outros propósitos. A carta pede ainda que as instituições nacionais, regionais e internacionais de direitos humanos intervenham em nome da igreja no Sudão para garantir o fim das violações dos direitos. Também pede à presidência sudanesa que atribua terras às igrejas, que elas sejam registradas e recebam o direito constitucional de possuir propriedades em todos os Estados do país. Pedidos de oração Agradeça ao Senhor pelo ato corajoso dos cristãos de reivindicarem liberdade. Orem por sabedoria e coragem para a comunidade internacional no envolvimento com o governo sudanês para resolução dos conflitos. Interceda pelos governantes do país. Peça a Deus que a verdade de Jesus Cristo os alcance.

COMO VIVEM OS CRISTÃOS NO BUTÃO APESAR DA PRESSÃO E VIOLÊNCIA CONTRA NOSSOS IRMÃOS, A JOVEM IGREJA BUTANESA ESTÁ CRESCENDO E EXPERIMENTANDO MILAGRES

De 2016 para 2017, o Butão subiu de 38º para 30º na Lista Mundial da Perseguição. Muito desse aumento deve-se ao crescimento da violência contra os cristãos. As poucas igrejas que existem são frequentemente monitoradas pelo governo, então a maioria dos cristãos prefere praticar a fé secretamente. A igreja butanesa é muito jovem, com a primeira geração de cristãos completando agora 20 anos. A nova geração lida com as mesmas dificuldades que seus pais enfrentaram há 20 anos, como a necessidade de discipulado e formação de liderança. Diante desse cenário, a Portas Abertas tem trabalhado com eles através de programações que visam o sustento espiritual por meio de seminários, conferências para a liderança, treinamento de líderes, apoio às escolas bíblicas e retiro para jovens. O objetivo é equipar essas pessoas para que tenham condições apropriadas de articular a fé e também sejam testemunhos vivos de transformação em todas as áreas da vida. Apesar das restrições, a igreja butanesa tem experimentado a manifestação de Deus no meio dos fiéis, através de curas, visões e sonhos. Pessoas que antes seguiam o budismo estão experimentando agora um relacionamento com Cristo. O que precisam agora é de um bom discipulado para firmar a fé em quem Jesus é, não apenas nos milagres que ele faz. Embora o cristianismo não seja aceito pela sociedade e ainda não seja reconhecido pelo governo, milagres seguidos de conversões têm ocorrido com frequência.

CRIANÇAS TÊM ACESSO A ESCOLAS CRISTÃS NO NORTE DO PAÍS NUMA REGIÃO DE MAIORIA MUÇULMANA, CRIANÇAS CRISTÃS SÃO REINTEGRADAS AO SISTEMA EDUCACIONAL

As comunidades cristãs do norte da Nigéria são excluídas do acesso a serviços sociais básicos, como educação, saúde e até mesmo água (que vem de poços). Como parte disso, alunos cristãos têm seu direito à educação rotineiramente negado. Isso acontece porque essa região do país, predominantemente muçulmana, é em grande parte governada pelo conjunto de leis islâmicas, sharia. Desde 2005, a Portas Abertas tem tido a oportunidade de colaborar com várias escolas em diferentes Estados da região. As frentes de trabalho são variadas, dependendo da necessidade de cada comunidade. Em alguns lugares, escolas foram construídas; em outros, salas de aulas, laboratórios, escritórios, dormitórios, lavabos e bibliotecas foram mobiliados e devidamente equipados. Eles também receberam doações de livros didáticos e de acervo para biblioteca. Foram abertas 16 escolas no total: cinco em Katsina, cinco em Kano, quatro em Bauchi, uma em Zamfara e uma em Kaduna. Parte do nosso trabalho também é oferecer treinamento para professores e para os colaboradores da área administrativa. Em alguns casos, poços também foram providenciados. Todo o trabalho é mantido devido à generosidade de nossos parceiros ao redor do mundo. Pedidos de oração Agradeça a Deus por cada uma dessas escolas cristãs que temos a oportunidade de apoiar. Ore pela bênção de Deus sobre o trabalho nas escolas, que cada aluno receba não apenas ensino de qualidade, mas também fundamento sólido na fé cristã. Agradeça a Deus pelo testemunho das escolas na comunidade. Peça para que essas escolas continuem brilhando em meio às trevas e que Deus edifique seu Reino através delas.

COMO VIVEM VIÚVA E FILHOS DE CRISTÃO MORTO POR SUA FÉ A UNIDADE DA IGREJA PODE LEVAR AUXÍLIO E CONSOLO PARA FAMÍLIA QUE RECEBEU A PUNIÇÃO EXTREMA POR CAUSA DA FÉ EM JESUS

O cristão etíope Motuma Kamede* foi morto em casa na frente da esposa grávida e dos filhos. Apesar de já terem se passado quatro anos, a viúva Buze*, o filho Wasihun* e a filha Bachu* (dois dos nove filhos), relatam aquele dia como se tivesse sido ontem. Eles sentem a falta do pai e ainda sofrem pressão da sociedade. Na justiça, nada foi feito em relação ao assassinato – certamente um dos motivos que têm causado pressão alta em Buze. Ela foi incluída num programa de cuidado para viúvas para tratar do trauma que sofreu, e também participa de atividades que geram renda. Ao longo dos anos, a família tem sido abraçada e acolhida de várias maneiras: através de visitas de irmãos de outros países e de uma campanha de cartões com o objetivo de encorajá-los. Por meio da Portas Abertas, eles têm recebido ajuda para suprir as necessidades e pagar a escola das crianças. Apesar de tudo, eles reconhecem que o Senhor os tem amparado desde então, e são gratos por isso. Pedidos de oração Agradeça a Deus por sua provisão para Buze e seus filhos após a perda de Motuma. Ore para que o Senhor continue os protegendo e suprindo suas necessidades. Ore por paz de espírito e conforto para as crianças prosseguirem seus estudos em meio à hostilidade que enfrentam. Peça para que eles permaneçam firmes na fé e continuem a crescer espiritualmente, encontrando a alegria verdadeira em Cristo. Clame pela saúde de Buze. *Nomes alterados por motivos de segurança.

SAIBA COMO TUDO COMEÇOU A VERDADEIRA HISTÓRIA PORTAS ABERTAS

A Portas Abertas teve início quando um jovem holandês, chamado Anne van der Bijl , ou Irmão André, como mais tarde seria conhecido no mundo todo, distribuiu uma maleta cheia de literatura cristã para alguns jovens em Varsóvia. Quando jovem, Anne van der Bijl foi um soldado holandês implacável e ousado. Ao cair em uma emboscada, durante a Guerra de Independência da Indonésia, levou um tiro no tornozelo. Durante o tempo em que se recuperava na enfermaria, começou a ler a Bíblia, entregou sua vida a Cristo e se comprometeu, fazendo a seguinte oração: “Senhor, se mostrares o caminho, eu o seguirei. Amém”. Daquele dia em diante, o jovem soldado decidiu estudar em uma agência missionária. Ouviu de muitos professores que aquele lugar não era para ele, mas mesmo assim não desistiu. Ao término do curso, em 1955, foi convidado para participar de um Festival da Juventude Comunista, na Polônia. Durante o festival, Anne viu algo que não esperava. Encontrou cristãos que sofriam muito sob o regime comunista. Ali, ele descobriu que muitos professavam sua fé viviam em segredo e precisavam desesperadamente de Bíblias. Foi aí que Anne ficou conhecido como Irmão André, a partir de um chamado de Deus em seu coração, seguido das palavras de Apocalipse 3.2: “Esteja atento! Fortaleça o que resta e que estava para morrer”. A distribuição daquele material àqueles cristãos marcou o humilde começo da Portas Abertas com o Irmão André. Hoje, a organização atua em mais de 60 países e tem a visão de fortalecer a Igreja Perseguida e apoiar os cristãos locais que vivem em territórios hostis, para que eles possam continuar a propagar o evangelho ao maior número possível de pessoas ao seu redor.

POSSUÍDA? JOVEM SURTA APÓS ASSISTIR A FILME DE TERROR NO CINEMA ANNABELLE 2 – A CRIAÇÃO DO MAL CONTA HISTÓRIA DE UMA BONECA AMALDIÇOADA POR TIAGO ABREU

Uma jovem de 20 anos surtou após assistir ao filme de terror Anabelle 2 num shopping de Teresina, capital do estado do Piauí, em uma sessão ocorrida nesta quinta-feira (17). O caso foi confirmado pela assessoria de comunicação do Shopping Teresina. Na ocasião, foi gravado um vídeo, o qual viralizou nas mídias sociais. Nele, aparece uma pessoa que grita e tosse caída no chão. A jovem recebe ajuda de amigos, que não conseguem conter seus descontroles. Segundo a assessoria do Shopping Teresina, a jovem foi auxiliada por uma brigada de incêndio. Depois disso, foi encaminhada a um hospital especializado por meio de uma ambulância. O surto se deu às 23h, horário próximo ao fechamento das salas de cinema.Um funcionário do shopping não soube explicar o imbróglio ocorrido no local. “A gente não conseguiu identificar exatamente o que aconteceu nem o que ocasionou esse comportamento”, afirmou. “O que sabemos é que ela estava realmente muito nervosa e nem mesmo soube explicar aos funcionários o que aconteceu”, acrescentou o funcionário do shopping. A assessoria do shopping não conseguiu informar para qual hospital a jovem foi transferida, tampouco seu estado médico após ser encaminhada para uma clínica especializada. Annabelle 2 – A Criação do Mal chegou às telas brasileiras nesta última quinta-feira. A obra se trata de uma continuação da história da boneca amaldiçoada, apresentada pela primeira vez no longa lançado em 2014. A direção é de David Sandberg. Com informações UOL

CURSOS BÍBLICOS POR CORRESPONDÊNCIA DA RTM LEVAM A PALAVRA DE DEUS À POPULAÇÃO CARCERÁRIA BRASILEIRA

A atuação da Rádio Trans Mundial vai além das plataformas de rádio e internet: é multiministerial. Além da atuação com conteúdo multimídia, há ministérios que extrapolam os âmbitos de áudio e vídeo, como é o caso dos Cursos Bíblicos por correspondência. Inicialmente, esse curso era destinado aos ouvintes que tivessem interesse em participar. Porém, como as cartas caíram em desuso e a população carcerária brasileira demonstrou um interesse especial pelos cursos, já que os mesmos não têm fácil acesso aos ensinamentos da Bíblia por outras plataformas, a RTM decidiu direcioná-los, limitando os cursos aos presidiários. A RTM oferece dois cursos: – Fundamentos da Fé Cristã (módulos 1 e 2 – para adultos); – Solidificando a Fé Cristã (para jovens e adultos). A dinâmica do curso é a seguinte: a equipe da RTM envia o material da lição para os alunos nos presídios; estes têm o compromisso de enviar cada lição completa para a rádio; e a equipe da RTM corrige e envia o próximo estudo ao aluno. No final do curso, os alunos recebem um certificado de conclusão. Muitos presidiários têm sido transformados pela Palavra de Deus através desse ministério. A RTM tem uma média de 2.400 alunos por mês e os relatos da transformação dessas pessoas trazem à RTM a convicção de que essa é a direção de Deus. Você pode conhecer mais esse ministério pelo e-mail solange@transmundial.com.br ou pelo telefone (11) 3017-6600.

INSTITUIÇÃO MANASSÉS, COM O APOIO DA PREFEITURA, INICIA NOVO TRABALHO EM FLORIANÓPOLIS

A Instituição Social Manassés com grande prazer anuncia a abertura de sua nova unidade em Florianópolis-SC. Depois de longos anos de trabalho em todo o Brasil e com o seu book de apresentação, o atual presidente da Instituição Manassés, Douglas Marques Correa, conseguiu com muita luta a liberação e total apoio da prefeitura local para realização do projeto na cidade. A nova unidade está em processo de abertura e em breve teremos novas informações.Há quinze anos surgiu no coração de um homem uma vontade muito especial em relação aos jovens. Este homem, pastor MANASSÉS, sentiu a necessidade de ajudar as pessoas e fundou a Instituição Social Manassés, que realiza um trabalho muito importante, de recuperar jovens do submundo das drogas. Este é o objetivo da instituição, cujo empenho é para a recuperação dos que desejam se libertar da dependência química. É com a palavra de Deus, um tratamento adequado e o desejo daqueles cuja vida tornou-se insuportável devido a esses males, que procuramos trazer, a verdadeira libertação. Na instituição Manassés os residentes passam por um processo de reabilitação, recuperação, conscientização, reinserção social e utilizam métodos naturais e seguros para o tratamento. A Instituição Social Manassés possui um alto índice de resultados positivos, o que impulsiona a continuar com um trabalho que confirma a fé de que em Deus tudo é realmente possível. A Instituição existe porque alguém se preocupou, trabalhou e perseverou. Mas o amor o faz vencer todas as barreiras e hoje é líder e responsável por todo este trabalho humano, onde conta com cerca mil pessoas e mais de 21 unidades espalhadas pelo Brasil.

RESGATANDO VALORES PERDIDOS NO LAR

“Ou qual é a mulher que, tendo dez dracmas, se perder uma, não acende a candeia, varre a casa e a procura diligentemente até encontrá-la? E, tendo-a achado, reúne as amigas e vizinhas, dizendo: Alegrai-vos comigo, porque achei a dracma que eu tinha perdido.” – (Lc 15.8,9) Jesus utiliza esta ilustração de um fato natural para refletir uma verdade espiritual. Neste caso, nas três parábolas contadas neste capítulo, ele fala de algo que se perde e é reencontrado. Uma aplicação clara ao pecador que se arrepende e é “reencontrado” por Deus é feita nas três parábolas. Porém, além deste entendimento claro e específico, acredito que, assim como toda porção profética da Palavra de Deus, temos algo mais a aprender neste ensino. Jesus falou sobre uma perda que aconteceu dentro de casa, e quero fazer uma aplicação espiritual disto para nossos lares e casas. Alguns podem achar que estamos apenas “espiritualizando” um texto fora de seu contexto, mas a cosmovisão bíblica dá suporte a este tipo de interpretação, desde que se harmonize com o restante dos princípios explícitos das Escrituras Sagradas. VALORES PERDIDOS Esta mulher não perdeu a moeda na rua, mas dentro de casa, sem sequer ter saído de lá. A moeda, um denário, tinha mais valor do que a idéia que passa na nossa mente quando pensamos em uma moeda. Era a paga por um dia inteiro de trabalho de um trabalhador normal. E esta perda de algo valioso dentro de casa me fala de outros valores (não materiais) que muitas vezes perdemos dentro de casa. Sei por experiência própria, como marido, como pai e também como filho, que muitos valores que devemos guardar dentro de casa, no convívio com nossos familiares podem ser comprometidos. Falo de valores emocionais como: o respeito, o carinho, o amor, a paciência, a compreensão, a dedicação, o serviço, a harmonia, a paz, a doação de si mesmo, etc. Falo também de valores espirituais, como: a oração, o devocional, a fé, o temor de Deus, a meditação na Palavra, e outros. Muitas pessoas acham que para sofrer perdas em seus lares é necessário muita interferência ou pecados externos, mas digo que não. Quando pensamos só na moeda em si, imaginamos algo fácil de se perder e permanecer escondido em algum canto da casa. Quem já não perdeu algo em casa? O termo “moeda” não nos faz perceber a dimensão da perda. Na verdade, tratava-se de um décimo de tudo o que a mulher tinha! Este paradoxo também se dá com muitos dos valores que perdemos em nosso lar. Aparentemente trata-se apenas de “uma moeda”, mas vale bem mais do que o que só aparenta! O processo de recuperação da moeda por parte desta mulher envolveu cinco atitudes que vejo como sendo a forma de reencontramos nossos valores perdidos. ACENDENDO A CANDEIA O texto sagrado revela que a mulher acendeu a candeia. ela buscou mais luz porque havia falta dela… e não há como procurar algo no escuro. Acredito que este é um paralelo espiritual de algo que precisamos para reencontrar qualquer tipo de valor perdido, não só em nosso lar como também em nossa vida em Deus. Que luz é esta que nos auxilia nesta busca? É a ação reveladora do Espírito Santo. Trazer à luz é expor o que estava oculto. Paulo falou aos coríntios sobre examinar-se a si mesmo. Mas creio em mais do que um auto-exame nas horas de concerto. Creio que precisamos nos aquietar perante o Senhor e deixá-lo falar em nosso íntimo pelo Espírito Santo… VARRENDO A CASA Aquela casa necessitava de limpeza. A sujeira que estava lá naquele chão podia esconder a moeda. Não sabemos por que havia sujeira, talvez aquela mulher tenha deixado a janela aberta e um pé de vento trouxe sujeira para dentro de casa. O mesmo acontece conosco, muitas vezes nos expomos demais a este mundo e permitimos que seus conceitos entrem em nossa casa e coração. Às vezes pela TV, ou por meio de não-crentes com quem convivemos… mas o fato é que quando a sujeita do mundo entra, encobre e esconde de nós aquilo que temos perdido. Se quisermos reencontrar valores, precisamos nos livrar da sujeira que entrou! PROCURANDO COM DILIGÊNCIA Aquela mulher procurou com diligência seu valor perdido. Tem crente que chora no apelo, mas depois não dá um passo para alcançar aquilo que perdeu em sua vida espiritual ou familiar. A mulher de nossa história empreendeu uma busca diligente, dedicada. Isto fala de disposição de concerto. Deus não dá nada para quem não valoriza. Por meio do profeta Isaías ele disse: “Derramarei água sobre o sedento” – (Is 44.3). Por que Deus só derrama água sobre o sedento? Por que não sobre qualquer um? Ele dá água para quem valoriza a água, para quem vai aproveitá-la! Jesus nos ensinou a não lançar pérolas aos porcos. Quem não valoriza não merece receber. Se queremos algum tipo de restauração em nossa vida em Deus ou em nosso lar, temos que nos empenhar nisto! ATÉ ENCONTRAR A mulher não apenas foi diligente, como também foi perseverante. A parábola nos revela que ela não parou de buscar enquanto não encontrou aquilo que havia perdido. Enquanto a diligência tem a ver com a “qualidade” da busca, a perseverança tem a ver com a “duração” da busca. Normalmente falamos de se alcançar a nossa herança em Deus por meio da fé. É lógico que sem fé é impossível agradar a Deus, e o que duvida não receberá coisa alguma, mas há algo que acompanha a fé e que normalmente não percebemos o quanto tem a ver com possuir a herança: a perseverança. As Escrituras nos ensinam que precisamos tanto da perseverança como precisamos da fé: “para que não vos torneis indolentes, mas imitadores daqueles que, pela fé e pela perseverança, herdam as promessas.” – (Hb 6.12) Algumas versões usam aqui o termo paciência, mas fala a mesma coisa. Fala de determinação até que se chegue ao alvo. Precisamos desta firmeza na busca da restauração dos valores perdidos no lar. A família tem um lugar muito especial no coração de Deus, e Ele deseja que vivamos o seu melhor, inclusive nesta área. As três parábolas de Lucas 15 nos mostram que não devemos nos conformar com as perdas. É hora de empenho, de dedicação, de determinação nesta restauração. ALEGRIA PÚBLICA Assim que reencontrou o que havia perdido, a mulher reuniu suas amigas e vizinhas para se alegrarem. O testemunho de restauração sempre animará outras pessoas, especialmente aquelas que estão iniciando a sua busca. Tudo o que Deus nos dá deve ser dividido com outros. Paulo declarou o seguinte: “É ele que nos conforta em toda a nossa tribulação, para podermos consolar os que estiverem em qualquer angústia, com a consolação com que nós mesmos somos contemplados por Deus.” – (2 Co 1.4) Quando Jesus libertou aquele endemoninhado gadareno, este lhe pediu que o pudesse acompanhar. A resposta de Jesus reforça o que estamos dizendo: “Jesus, porém, não lho permitiu, mas ordenou-lhe: Vai para tua casa, para os teus. Anuncia-lhes tudo o que o Senhor te fez e como teve compaixão de ti. Então, ele foi e começou a proclamar em Decápolis tudo o que Jesus lhe fizera; e todos se admiravam.” – (Mc 5.19,20) Este homem recebeu a comissão de dividir com outros o que Deus nos fez. Este é um princípio do Reino que deveríamos levar mais a sério. A mulher samaritana que encontrou-se com Jesus junto ao poço de Jacó teve a mesma atitude: “Muitos samaritanos daquela cidade creram nele, em virtude do testemunho da mulher, que anunciara: Ele me disse tudo quanto tenho feito.” – (Jo 4.39) Assim que você resgatar aquilo que se havia perdido, estará debaixo da comissão de torná-lo público. Não apenas como um motivo de se alegrar, mas principalmente o de levar regozijo aos outros, especialmente os que possuem as mesmas necessidades que você tinha…