Translate

quarta-feira, 3 de maio de 2017

TRUMP AGRADA SEUS ELEITORES EM 100 DIAS DE GOVERNO NADA MUDOU AINDA, NÃO SE ILUDA COM AS NOTÍCIAS DA GRANDE MÍDIA! POR VICTOR SANTOS

Neste dia 29, sábado, o presidente americano Donald Trump completa 100 dias de governo na casa branca. Sabemos que é pouco tempo para descrever de forma ampla e assertiva sobre a sua liderança, mas a mídia americana tem feito muitas análises referente a esta “primeira fase” de seu mandato. A New York Times, por exemplo, cita que o governo Trump se vê atormentado por “muitos passos falsos”, a ponto de ser um “fiasco” na tentativa de “vender” suas propostas. Ao ler as notícias de forma minuciosas você perceberá que o quadro de aprovação que o presidente se encontra hoje não é muito diferente do quadro que assumiu, a forma que avaliam seu governo é da mesma maneira que avaliaram sua candidatura, um “fiasco”, quando no fim, ele assumiu o posto e calou a grande mídia americana. Isso é um dado importante a ser considerado que normalmente não é citado ou avaliado quando lemos as notícias sobre a política internacional. De acordo com uma pesquisa do Washigton Post, cerca de 94% dos eleitores que votaram em Trump aprovam o seu desempenho. Veja que fantástico! De certa forma a mídia chama o atual governo de fiasco, mas os próprios eleitores do presidente avaliam de forma positiva sua liderança. O que isso significa? Exatamente o que os números mostram: Trump continua considerado um fiasco para os seus adversários, mas se mantém fiel a sua proposta de governo, a ponto de seus eleitores continuarem a confiar em sua liderança. Até aqui, poderíamos pelo menos chamar Trump de honesto, pois tem feito o que disse que faria (ps. isso não se vê nos políticos brasileiros).É claro que existe uma quantidade considerável de desaprovação do seu governo, cerca de 53%. Mas, se continuarmos a analisar a pesquisa, perceberemos que destes cinquenta e três por cento de desaprovação, 92% são eleitores da Hilary. Ou seja, o cenário que o presidente se encontra é o mesmo cenário que esteve em campanha, e só poderia ser isso, se passaram apenas 100 dias! Veja os fatos: a grande mídia está trazendo praticamente os mesmos dados que todos sabiam quando Trump venceu, só que agora com um “novo título” de matéria para continuar o chamando de fiasco… Sendo que, é claro que sua desaprovação continua sendo a mesma de cem dias atrás! Como você quer que um presidente conquiste pontos de aprovação em apenas cem dias? Quer que ele faça milagre? Só assim para conseguir mudar a opinião de milhões de pessoas de um dia para a noite! Não se iluda pensando que agora a nação americana está desaprovando as atitudes do presidente porque são equivocadas e etc., quem desaprovava Trump continua desaprovando sua forma de governar, quem aprovava sua proposta continua a aprovar seu governo. Ou seja, Trump está agradando os seus eleitores e cumprindo seu plano. E nós, que estamos de fora desse cenário, poderíamos perguntar: Por que os eleitores de Trump continuam aprovando o seu governo? Trump não está conseguindo realizar tudo o que desejaria em um prazo curto de tempo, mas já realizou mais do que seus antecessores nesse curto tempo… Por exemplo, confirmou Neil Gorsuch na suprema corte, com seus apenas 49 anos Neil poderá afetar as próximas gerações e isso é uma vitória para seu partido. Trump também colocou em prática limites que seu antecessor apenas “falava” ao regime Sírio, de forma rápida ele resgatou a força de decisão dos EUA no cenário mundial. Outro feito, foi revogar uma lei do governo Obama, que para o atual governo ‘destapa” sanções que atrapalham a economia americana. Atitudes como essa tem alegrado os eleitores do chefe da casa branca, que acreditam em sua proposta de governo como melhor para o país. Sabemos que nenhum presidente fica marcado na história pelos seus primeiros cem dias, mas é analisado pelo todo que realizou, por isso, ainda é muito cedo para avaliar Donald Trump, mas lembre-se, o governo Trump está no mesmo conflito que começou: criticado pelos adversários e aplaudidos por seus eleitores. Nada mudou ainda, não se iluda com as notícias da grande mídia!
Postar um comentário