Header Ads

MINISTÉRIO EM DEFESA DA FÉ APOSTÓLICA


PASTOR SERGIO LOURENÇO JUNIOR - REGISTRO CONSELHO DE PASTORES - CPESP - 2419

TRIGÉSIMO NONO DIA DO JEJUM DA LIBERTAÇÃO - PASTOR SERGIO LOURENÇO DO MINISTÉRIO EM DEFESA DA FÉ APOSTÓLICA E MEMBRO DO CONSELHO DE PASTORES DO ESTADO DE SÃO PAULO

A paz do Senhor a todos, hoje vamos para nosso trigésimo oitavo dia da campanha , é bom relembrar que caso você não siga os três passos básicos da libertação, você não alcançara o objetivo desejado, porem para alcançar a libertação você tem que ter muito claro em sua mente o passo a passo da libertação: (1)Você precisa querer, desejar ser liberto. (2) Você precisa acreditar ter fé que Deus pode te libertar. (3) Você precisa buscar a purificação jejuando e orando. Sem seguir estes passos fica impossível alcançar uma verdadeira libertação, Vejamos o que diz a Bíblia no livro de Colossenses capítulos 1  versículos 10 ao 14:

E isso para que vocês vivam de maneira digna do Senhor e em tudo possam agradá-lo, frutificando em toda boa obra, crescendo no conhecimento de Deus e sendo fortalecidos com todo o poder, de acordo com a força da sua glória, para que tenham toda a perseverança e paciência com alegria, dando graças ao Pai, que nos tornou dignos de participar da herança dos santos no reino da luz. Pois ele nos resgatou do domínio das trevas e nos transportou para o Reino do seu Filho amado, em quem temos a redenção, a saber, o perdão dos pecados.

Paulo enumera cinco benefícios que Deus dá a todos os crentes através de Cristo: (1) fez-nos aptos para participar da herança dos Santos; (2) resgatou-nos do domínio de Satanás e nos fez seus filhos; (3) trouxe-nos para seu reino eterno; (4) redimiu-nos, comprou nossa liberdade do pecado e do julgamento; e (5) perdoou todos nossos pecados . Agradeça a Deus pelo que recebeu em Cristo. Os colosenses temiam às forças invisíveis das trevas, mas Paulo diz que os crentes verdadeiros são transladados das trevas à luz, da escravidão à liberdade, da culpa ao perdão e do poder de Satanás ao poder de Deus. Fomos resgatados de um reino rebelde para servir a um Rei justo. Nossa conduta deve refletir nossa lealdade. O apóstolo era constante para orar que os crentes fossem cheios do conhecimento da vontade de Deus com toda sabedoria. As boas palavras não servem sem boas obras. Quem empreende o fortalecimento de seu povo é um Deus de poder, e de poder glorioso. O bendito Espírito é o autor disso. Ao orar por força espiritual, não somos pressionados nem confinados nas promessas, e não devemos sê-lo em nossas esperanças e desejos. A graça de Deus nos corações dos crentes é o poder de Deus, e há glória neste poder. O uso especial desta força era para os sofrimentos. Há obra para ser realizada apesar de estarmos sofrendo. Em meio de todas suas tribulações, eles davam graças ao Pai de nosso Senhor Jesus Cristo, cuja graça especial os preparava para participar da herança provida para os santos. Para executar esta mudança foram feitos súbditos de Cristo os que eram escravos de Satanás. Todos os que estão destinados para o céu no além, estão preparados já para o céu. Os que têm a herança de filhos têm a educação de filhos, e a disposição de filhos. Pela fé em Cristo desfrutam desta redenção, como a compra de seu sangue expiatório mediante o qual se outorgam o perdão dos pecados e todas as outras bênçãos. Seguramente então consideraremos um favor o sermos liberados do reino de Satanás e levados ao de Cristo, sabendo que todas as tribulações terminarão orgulhoso e que cada crente será contado entre os saídos da grande tribulação. Que neste trigésimo nono dia de jejum Deus abra sua mente de forma extraordinária para que você possa ter vitória neste processo de libertação.     


Postar um comentário
Tecnologia do Blogger.